Bruno Ortiz, Advogado

Bruno Ortiz

Campo Grande (MS)
29seguidores12seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Mestrando em Direito Processual Civil pela Universidade Paranaense - UNIPAR. Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB (2018). Graduado em Direito pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB (2015). Articulista nas revistas digitais JusBrasil, Emporio do Direito e Âmbito Jurídico. Membro da Comissão de Processo Civil da OAB/MS. Advogado.

Principais áreas de atuação

Direito Civil, 62%

Direito do Consumidor, 37%

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Cargas
Despachos
Andamentos
Análises
Distribuições

Comentários

(34)
Bruno Ortiz, Advogado
Bruno Ortiz
Comentário · há 5 meses
Boa tarde Leandro! Obrigado pelo comentário!
Respondendo sua pergunta, não, a empresa não pode recusar a trocar o equipamento. Nos termos do art.
18, § 1º, do Código de Defesa do Consumidor, se o vício (defeito) no produto não foi sanado em 30 dias, o consumidor tem o direito de escolher entre (i) a substituição do produto por outro igual; (ii) devolução do dinheiro; ou (iii) abatimento no valor. Não é escolha da empresa, e sim sua.
Portanto, exija a troca por outro produto igual.

Perfis que segue

(12)
Carregando

Seguidores

(29)
Carregando

Tópicos de interesse

(44)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Campo Grande (MS)

Carregando

Bruno Ortiz

Entrar em contato